A FINANCEIRIZAÇÃO DO MERCADO IMOBILIÁRIO: REGULAÇÃO COM BASE NA FUNÇÃO SOCIAL DA PROPRIEDADE URBANA

Ermiro Ferreira Neto

Resumo


Neste artigo, é apresentada uma análise a respeito da relação entre o setor financeiro e o mercado imobiliário sob o ponto de vista da regulação jurídica da propriedade urbana. Tendo como premissa a “financeirização do mercado imobiliário”, são apresentadas as causas e as consequências para esse fenômeno. Após, a função social da propriedade é indicada como o principal elemento de regulação da propriedade urbana. Em razão disso, a legislação cria diversos mecanismos de intervenção na propriedade urbana. Por fim, a tese central é a de que a ordem jurídica brasileira antes incentiva do que afasta a relação entre capital financeiro e imobiliário, bem como dota o Poder Público de instrumentos para regular os respectivos efeitos.

Texto completo:

PDF

Referências


ARANTES, Pedro. O ajuste urbano: as políticas do Banco Mundial e do BID para as cidades. Pós – Revista do Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo da FAUUSP, São Paulo, n. 20, 2006

BOTELHO, Adriano. O urbano em fragmentos: a produção do espaço e da moradia pelas práticas do setor imobiliário. São Paulo: Annablume, 2007

COMPARATO, Fábio Konder. Direitos e deveres fundamentais em matéria de propriedade. In: STROZAKE, Juvelino José (Org.). A questão agrária e a justiça. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2000

HOYLER, Telma. Qual o lugar das cidades no mercado imobiliário financeirizado? Revisitando conceitos críticos a partir do caso brasileiro. Revista Oculum Ensaios, Campinas, v. 12, n. 2, 2015

RODRIGUES JÚNIOR, Otávio Luís. Propriedade e função social: Exame crítico de um caso de “constitucionalização” do direito civil. In: Estudos de Homenagem ao Prof. Doutor Jorge Miranda. Lisboa: Coimbra Editora, v. III, 2012

ROLNIK, Raquel. Guerra dos lugares: a colonização da terra e da moradia na era das finanças. São Paulo: Boitempo, 2015

ROYER, Luciana de Oliveira. Financeirização da política habitacional. 194 f. 2009. (Tese) Doutorado – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009

SCHAPIRO, Mário. Alternativas regulatórias e governança do desenvolvimento. Disponível em:http://bibliotecadigital.fgv.br/dspace/bitstream/handle/10438/13936/Alternativas%20regula%C3%B3rias.pdf?sequence=1&isAllowed=y

SILVA, Paulo Fernando Jurado da. A integração do mercado imobiliário e financeiro na produção da cidade fragmentada. Revista Formação (Online), Presidente Prudente, n. 19, vol. 1, 2012

TOMASEVICIUS FILHO, Eduardo. O Direito Civil na disciplina jurídica do patrimônio cultural brasileiro. 287 f. 2016. (Tese) Livre-Docência – Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016

VIANA, Camila Rocha Cunha. A formação concertada de políticas públicas urbanísticas e o exemplo das operações urbanas consorciadas. Revista dos Tribunais São Paulo, vol. 5, 2014


Apontamentos

  • Não há apontamentos.